Miopia, astigmatismo e hipermetropia: qual você pode ter?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

miopia, astigmatismo e hipermetropia

Miopia, astigmatismo e hipermetropia estão entre os problemas de visão mais conhecidos das pessoas. Em boa parte dos casos, eles não são graves, mas geram efeitos na qualidade de vida que não devem ser ignorados.

Eles precisam ser tratados por um especialista, de modo que a visão fique tão clara quanto possível. A ajuda médica também se faz necessária para identificar se essas questões mascaram problemas mais sérios.

Além do tratamento, muita gente também tem dúvida sobre quais condições podem aparecer na própria visão. Com isso, veja a seguir qual desses problemas você pode ter e conheça um pouco mais sobre cada um.

O que é a miopia?

A miopia é um problema que faz com que o paciente tenha dificuldade em enxergar objetos que estão distantes. Isso acontece porque o olho é mais longo do que o normal, fazendo com que a imagem se forme antes da rotina.

Quanto mais distante o item estiver, mais difícil é focalizar do elemento. Entre os sintomas, estão a visão embaçada e possíveis dores de cabeça. Em crianças, isso se reflete especialmente na perda de rendimento escolar.

O principal tratamento, além das lentes corretivas, é o feito a laser, de modo a tratar a córnea para corrigir o seu formato. Assim, a imagem volta a se formar na retina, melhorando a qualidade de visão.

O que é o astigmatismo?

Enquanto isso, o astigmatismo faz com que seja complicado enxergar de perto e de longe, prejudicando a focalização de imagens.

Ele é causado pela forma irregular da córnea, que apresenta uma curvatura diferente da que deveria ser. Com isso, os raios de luz não conseguem convergir e, portanto, não formam imagens focalizadas.

A dificuldade em enxergar em todas as distâncias se associa ao cansaço visual e à quantidade irregular de piscadas.

Lentes corretivas, principalmente as de contato, são usadas no tratamento, enquanto casos que merecem atenção podem partir para a cirurgia específica.miopia, astigmatismo e hipermetropia

O que é hipermetropia?

Já a hipermetropia corresponde ao desafio de enxergar de longe, em um caso oposto ao da miopia. Ela acontece porque o olho é muito curto e a imagem se forma depois da retina. Com isso, objetos distantes recebem melhor focalização e formação da imagem.

É um caso muito comum entre crianças, já que a taxa de desenvolvimento do organismo é diferente e frequentemente os olhos são menores do que deveriam ser.

As suas características fazem com que os principais sintomas sejam, além da dificuldade de focalização, as dores de cabeça, o esforço exagerado para enxergar e um hábito acomodativo, que pode provocar o estrabismo em crianças.

Além de lentes convergentes, é possível empregar a cirurgia refrativa a laser, dependendo de cada caso.

Entre miopia, astigmatismo e hipermetropia, qual você pode ter?

Como são erros refrativos e de funcionamento das “lentes” oculares, miopia, astigmatismo e hipermetropia podem aparecer em uma grande gama de pessoas.

Como visto, crianças são mais predispostas à hipermetropia, enquanto a miopia é comum em adolescentes de grande desenvolvimento. O astigmatismo pode ser causado por uma deformação natural da córnea ou, então, pode ser o anúncio de questões mais graves, como o ceratocone.

Também não é incomum que esse problema esteja associado a miopia ou hipermetropia, de modo que um mesmo paciente pode ter mais de uma condição.

Inclusive, uma mesma pessoa pode sofrer com hipermetropia e astigmatismo em um olho e com miopia no outro. Com isso, todas as três condições podem surgir, de modo que é fundamental contar com um oftalmologista para diagnosticar e tratar corretamente.

Entre miopia, astigmatismo e hipermetropia, você pode ter qualquer um dos três — ou mesmo todos eles, em olhos diferentes. Por isso, é fundamental contar com a ajuda de um oftalmologista, de modo a conseguir o tratamento adequado para cada caso.

Você tem miopia, astigmatismo ou hipermetropia? Conte, nos comentários, e compartilhe suas experiências.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×