Sensibilidade ao olhar a luz: por que acontece?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

sensibilidade ao olhar a luz

A sensibilidade ao olhar a luz, conhecida normalmente como fotofobia, é uma condição relativamente natural. Mudar de um ambiente escuro para um muito claro, por exemplo, vai gerar esse incômodo na maioria dos casos.

Quando essa condição causa incômodos constantes e intensos, é fundamental procurar as causas do problema. Por isso, veja a seguir quais são os principais motivos dessa condição e entenda o impacto de cada uma.

As infecções diversas aumentam a sensibilidade ao olhar a luz

Quando o olho possui alguma infecção, seja na parte interna ou externa, é bem comum que a fotofobia seja um sinal frequente. Em parte, isso acontece porque os olhos estão passando por um processo de “luta” contra o corpo estranho, o que altera o funcionamento dessas estruturas.

Com isso, a retina consegue comportar menos luz. Diante de um ambiente muito iluminado, o excesso de estímulos gera o incômodo tão característico. Inclusive, esse pode ser um dos primeiros sinais da infecção, ocorrendo mesmo quando ela ainda não foi identificada.

As doenças degenerativas podem levar a esse efeito

As doenças degenerativas são outras responsáveis pela sensibilidade ao olhar a luz. A catarata, por exemplo, torna o cristalino cada vez mais opaco. Com isso, o olho se acostuma a receber uma quantidade progressivamente menor de luz. Diante de um estímulo intenso, o resultado é o incômodo.

Outras questões, como retinopatias e glaucoma, também podem gerar esse mesmo efeito. Em geral, quadros mais avançados aumentam o desconforto em relação à luz.sensibilidade ao olhar a luz

Os olhos secos também geram esse sintoma

A síndrome do olho seco é causada por uma evaporação anormal da parte aquosa da lágrima, o que pode ser causado por questões comportamentais. Ficar muito tempo focado em um só objeto, como telas do computador ou celular, favorecem esse quadro.

Tal condição ainda favorece a ocorrência de lesões e o surgimento de infecções, que são, igualmente, quadros que comprometem a sensação quanto à entrada de luz nas estruturas oculares.

Os defeitos refrativos não ficam de fora das causas do problema

Defeitos quanto ao formato e tamanho da córnea, que levam a questões refrativas, também podem gerar sensibilidade ao olhar a luz. Questões como miopia, hipermetropia e astigmatismo afetam a forma e posição onde ocorre a formação de imagem.

Com isso, a entrada intensa de luz pode gerar um incômodo muito intenso. Em geral, é um problema facilmente corrigido pelas lentes específicas, de modo que a entrada de luz fique totalmente normalizada.

As causas que não estão ligadas aos olhos não são raras

Porém, nem sempre a fotofobia é causada por um problema ocular. Em alguns casos, ela tem a ver com outras condições de saúde. A depressão pode causar esse sintoma, assim como a dor de cabeça e a enxaqueca.

Gripes e alergias também levam a essa condição, assim como traumas na cabeça e meningite. Com isso, o sintoma exige atenção especial de um oftalmologista e, se for necessário, encaminhamento para o especialista na condição primária.

A sensibilidade ao olhar a luz é bastante frequente, além de ser um sintoma de diversas condições e doenças. Por isso, caso ocorra esse problema, é fundamental buscar um oftalmologista para receber as indicações adequadas para cuidar da sua saúde.

Você encara ou já encarou esse quadro? Comente e participe do debate!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×