Conheça os 4 tumores oculares mais comuns

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

tumores oculares

Os tumores oculares estão entre as mais sérias condições de saúde dos olhos. Sem o diagnóstico e o tratamento adequado, essas estruturas podem se desenvolver rapidamente e gerar complicações não apenas para a saúde, mas também, para todo o corpo.

Além de consultar o oftalmologista com constância para fazer exames, é importante conhecer os tipos recorrentes, tanto em adultos quanto em crianças.

Por isso, veja a seguir quais são os 4 que aparecem com maior frequência e entenda como eles surgem.

1. O melanoma de coróide está entre os tumores oculares mais comuns.

O melanoma de coróide é um tumor intraocular, ou seja, acontece dentro do olho. Ele é o mais comum entre a população adulta, especialmente a partir dos 50 anos.

Ele surge na região entre a parte branca do olho e a retina, que é conhecida como coróide. Forma-se, ali, uma lesão que, ao crescer de maneira anormal, gera o tumor. É mais comum que o quadro aconteça em um só olho e, normalmente, é assintomático.

Em geral, é bastante grave e exige atenção precisa e rápida. O tratamento depende do tamanho e da localização do tumor, variando desde o uso de quimioterapia, radioterapia e placas radioativas até a enucleação, que é a retirada do globo ocular.

2. O retinoblastoma também aparece com frequência

Já o retinoblastoma é o mais comum entre crianças, sendo do tipo intraocular. Normalmente, tem causas hereditárias e tem a ver com a mutação de um gene específico, mas muitos dos fatores ainda são desconhecidos. Surge, mais frequentemente, desde o nascimento ou até os 3 primeiros anos.

Ele se localiza na retina e é identificado em estado mais avançado, porque gera uma mancha branca, especialmente com o flash das fotos. Porém, é necessário fazer o acompanhamento já que, no início, ele só é diagnosticado pelas técnicas corretas e avançadas.

Ele pode ser tratado por quimioterapia, braquiterapia ou laser. Se o tumor for muito grande, há a retirada do globo ocular.tumores oculares

3. O carcinoma da conjuntiva é comum em adultos

Outro entre os tumores oculares é o carcinoma da conjuntiva. Trata-se de uma formação maligna que acontece na camada mais superficial do olho, como se fosse um câncer de pele na área dos olhos.

Tudo começa com pequenas lesões e inflamações, que vão se desenvolvendo e tomando o olho quase que completamente, quando não tratado.

A exposição desprotegida aos raios UV pode ser um fator de desenvolvimento, mas ainda não se sabe ao certo o que causa o quadro. O fato é que o tratamento é feito com a retirada a laser do tecido. Se ele não puder ser totalmente retirado cirurgicamente, é feita a quimioterapia para evitar que a lesão retorne.

4. As metástases intraoculares podem ocorrer em alguns casos

Nem sempre os tumores oculares aparecem como causa-raiz do problema. Essas estruturas podem surgir nos olhos devido a outras condições de saúde, que favorecem tal desenvolvimento.

O mais comum que pode acontecer nesse sentido é a metástase intraocular em pacientes com histórico ou que estejam enfrentando câncer no momento.

As mulheres sofrem com o câncer de mama e os homens que sofrem com o de próstata e de pulmão têm chances maiores de desenvolver esse quadro.

Nesse caso, as células “viajam” pelo corpo e, então, desenvolvem carcinomas de conjuntiva ou linfomas. É um dos casos mais comuns e o tratamento vai depender do tamanho e da localização do tumor, assim como da saúde do paciente.

Ao conhecer os tumores oculares que aparecem com maior frequência, há mais informações para que você possa proteger seus olhos. Porém, não abra mão de consultar um médico para fazer o devido acompanhamento das condições de saúde ocular.

Tem alguma dúvida sobre essas questões? Conte para a gente nos comentários e participe!

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×