4 razões para levar a criança para uma consulta com oftalmologista

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

consulta com oftalmologista

Estima-se que 1 em cada 3 crianças em idade escolar sofra com problemas de visão. Ao total, são 15 milhões de crianças brasileiras com quadros como miopia, hipermetropia ou astigmatismo.

Para quem tem um pequeno em casa, não é improvável que ele sofra com algum quadro oftalmológico. Sendo assim, é fundamental reconhecer quais são os possíveis motivos para realizar uma consulta com oftalmologista.

Continue lendo e descubra, a seguir, as 4 principais razões que merecem atenção.

1. As dores de cabeça são um dos primeiros sintomas para levar a criança ao médico

Quando o pequeno se queixa devido ao incômodo da dor de cabeça, há um indício de que algo não vai bem. Como essas dores frequentes estão associadas a condições oftalmológicas, é interessante procurar um especialista.

Problemas refrativos, como miopia, hipermetropia ou astigmatismo podem ser os causadores. O médico poderá identificar se existe algum grau de desvio e indicar a necessidade de utilizar lentes corretivas.

Já as dores de cabeça agudas apontam para quadros mais intensos, o que exige, igualmente, o apoio médico.

2. A mudança de comportamento também pode motivar uma consulta com oftalmologista

Quando uma criança muda sua forma de agir abruptamente, há indícios de que ela precisa de atenção médica. Estando a transformação relacionada à visão, a consulta com oftalmologista é indispensável.

É o que acontece se a criança deixa de brincar com itens pequenos e cheios de detalhes. A dificuldade em enxergar de perto pode ser uma possível causa, demandando a atenção específica.

Outras mudanças ocorrem quando o pequeno deita sobre os papéis para ler, escrever ou desenhar, na tentativa de ver melhor. Eventualmente, a diminuição do rendimento escolar também tem a ver com o tema.

consulta com oftalmologista

3. As reclamações sobre a visão formam um dos motivos mais fortes

Outra razão para levar o filho a uma consulta com oftalmologista é quando a criança se queixa, diretamente, de problemas na visão. Especialmente entre as mais velhas, como a partir de 5 ou 6 anos, é comum que elas entendam que algo não funciona bem em seus corpos.

Com isso, reclamações como ardência e coceira nos olhos, vista embaçada ou dores na região ocular são grandes motivos para procurar um especialista.

Já as crianças menores podem encontrar como meio de queixar-se o choro, a irritação e o toque constante na área dos olhos. Para não prejudicar o bem-estar, agendar uma consulta é imperativo.

4. A existência de problemas na família é mais uma razão para que a criança vá ao médico

Muitos quadros oftalmológicos são hereditários. A miopia, por exemplo, tem a ver com a herança genética, assim como o glaucoma congênito e várias outras condições.

Com isso, caso os pais ou parentes próximos — como os irmãos da criança — tenham alguma doença do tipo, é fundamental ir ao médico. Ainda que não haja sintomas ou motivos específicos, essa é uma forma de começar o cuidado com muita antecedência.

O diagnóstico precoce, inclusive, favorece o tratamento e evita que muitos incômodos aconteçam durante a infância.

Em qualquer um desses casos, é fundamental levar a criança para uma consulta com oftalmologista. Isso ajuda a proteger a saúde e a garantir o bem-estar, gerando uma qualidade de vida maior.

Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Conte nos comentários e participe!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×