Saiba o que é miopia e como tratar

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

miopia

No Brasil, estima-se que 68 milhões de pessoas sejam míopes. No mundo, cerca de 25% da população sofre com tal distúrbio. Com o aumento do número de casos, é importante conhecer a miopia.

Esse defeito refrativo gera dificuldades destacáveis no cotidiano e buscar um tratamento é necessário para melhorar a qualidade de vida. Por isso, informar-se é um jeito de lidar com o problema.

Para esclarecer tudo sobre o assunto, veja o que é a miopia e descubra como ela pode ser tratada.

Afinal, o que é a miopia e quais são seus sintomas?

A miopia é um defeito refrativo que é causado pelo formato do olho. Surge quando a estrutura ocular é maior que deveria ou quando a curvatura do olho é maior que o normal.

Isso “afasta” a retina e a formação de imagem acontece antes do que é considerado “normal”. Com isso, o principal sintoma da condição é a dificuldade em enxergar de longe. Conforme os objetos se aproximam, é mais fácil para visualizar com nitidez.

Em crianças, por exemplo, uma das formas de identificar o problema é a mudança de comportamento. É comum que o pequeno fique debruçado sobre a lição da escola ou que mantenha os brinquedos muito próximos.

Em adultos, realizar diversas atividades é um desafio. Dirigir se torna perigoso e, em alguns casos, até trabalhar pode ser complicado. Dores de cabeça são frequentes, bem como a tensão ocular.

miopia

Quais são os fatores de risco?

Atualmente, as causas para esse defeito refrativo não são plenamente conhecidas. Porém, o principal fator de risco é a hereditariedade. Pais míopes ou detentores dos genes têm maiores chances de ter filhos míopes.

Há, ainda, fatores ambientais. O grande esforço de curta distância e até a falta de tempo ao ar livre contribuem para o desenvolvimento do problema. Por causa das mudanças comportamentais, estima-se que metade da população mundial será míope até 2050.

Como é feito o tratamento?

Como afeta intensamente a qualidade de vida, essa condição deve ser tratada corretamente. Para começar, somente um oftalmologista é capacitado para diagnosticar o problema. Realizar consultas regulares, portanto, é indispensável.

Em geral, o comum é recorrer às lentes corretivas. Elas são prescritas de acordo com o grau e com o ângulo de curvatura das estruturas córneas. Lentes de contato ou óculos fazem parte das possibilidades.

Para quem busca soluções de caráter prolongado, a cirurgia a laser é a indicada. Ela exige que o paciente tenha, no mínimo, 21 anos e grau estabilizado por 1 ano, além de outras condições.

O laser “molda” a estrutura ocular e garante que o formato fique o mais adequado possível. Ao final, é frequente que o grau diminua ou seja completamente eliminado. Com isso, o defeito refrativo oferece tratamentos condizentes com as necessidades do paciente.

A miopia é um quadro comum e que só tem aumentado no Brasil e no mundo. Há tratamento, mas somente um médico poderá indicar o que é melhor para cada caso. Assim, não deixe de consultar um oftalmologista com frequência.

Você sofre com o problema? Restou alguma dúvida? Use o espaço nos comentários e participe.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×