Glaucoma: conheça os principais sintomas dessa doença

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

glaucoma

O glaucoma é o maior responsável pela cegueira irreversível no mundo. Atualmente, estima-se que 1,2 milhões de brasileiros tenham o quadro. Contudo, o problema é que essa doença é silenciosa e, muitas vezes, assintomática. Com isso, muitas pessoas só notam a condição quando já é tarde.

Somente um especialista pode diagnosticar o caso e identificar qual é a melhor maneira de proceder. Mesmo assim, o conhecimento certo sobre a saúde e o glaucoma ajuda na proteção. Por isso, veja quais são os principais sintomas e saiba tudo!

O surgimento de halos nos pontos luminosos é um dos primeiros indícios

O surgimento de halos acontece quando o paciente olha para pontos luminosos e vê uma espécie de “aura” ao redor da luz. Inicialmente, essa parece ser uma consequência comum de olhar muito para a luz, mas logo se revela como um sintoma para diferentes doenças — e o glaucoma é uma delas.

Com a compressão do nervo óptico, a nitidez da visão é progressivamente perdida. Com isso, os halos se tornam frequentes. Contudo, é importante reconhecer que a situação não apresenta sintomas, na maior parte dos casos. Quando o efeito surge, normalmente a doença já está relativamente avançada.

A visão embaçada é mais um sinal causado pela condição

Além dos halos que aparecem nos pontos luminosos, esse quadro ocular também causa problemas em relação à nitidez. Como a comunicação do nervo óptico é parcialmente comprometida, é cada vez mais difícil enxergar com nitidez.

Ao longo da evolução dos sintomas, é comum que surja a sensação de névoa ou manchas na visão, além da falta de foco. O problema é que esse sintoma, por si só, pode ser confundindo com muitos outros quadros e, por isso, nem sempre recebe a atenção adequada.

glaucoma

A perda gradual de visão periférica se destaca entre os sintomas

Além de haver a perda de visão direta, como de objetos próximos ou distantes, o glaucoma também causa efeitos na capacidade periférica. Diante da evolução da doença, torna-se progressivamente difícil enxergar na parte lateral, o que faz grande diferença no cotidiano.

Uma das principais consequências desse sintoma é a dificuldade de dirigir. Sem enxergar em um campo de visão amplo, o paciente começa a não conseguir conduzir veículos com segurança.

Quando há essa manifestação, normalmente significa que já há um nível considerável de danos e que a doença sofreu grande progressão.

A dor de cabeça intensa é um indicador do glaucoma agudo

Todos os sintomas anteriores estão ligados à condição de ângulo aberto, que é crônica e tem progressão lenta. Contudo, há o caso agudo, que exige atenção médica urgente e imediata, já que pode causar cegueira em um curto período de tempo.

Diante da situação, o resultado mais comum é a dor de cabeça intensa na região dos olhos. Há a sensação de peso na cabeça e de pressão no olho. O nível é tão grande que tem potencial de levar a enjoos, vômitos ou desmaios.

Caso as medidas certas não sejam adotadas em pouco tempo, a cegueira irreversível pode não ser contida.

Ao reconhecer qualquer um desses sinais de glaucoma, é fundamental procurar um oftalmologista. Além disso, não deixe de fazer consultas periódicas para realizar o diagnóstico rapidamente.

Se ainda tiver alguma dúvida sobre os indícios dessa doença, deixe nos comentários e participe.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×