Qual a diferença entre miopia e hipermetropia?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

diferença entre miopia e hipermetropia

Os defeitos refrativos são muito comuns e podem acontecer por diversos fatores. Até 2050, por exemplo, a miopia poderá atingir metade da população mundial. Isso se deve a elementos comportamentais, bem como à herança genética.

Embora sejam frequentes, esses quadros não são totalmente conhecidos. É fácil confundir a dificuldade de enxergar de perto com a de longe ou não saber reconhecer nenhuma das duas.

Para ajudá-lo a esclarecer uma das dúvidas comuns, descubra a diferença entre miopia e hipermetropia e fique por dentro!

O que é miopia?

A miopia é um distúrbio óptico em que o olho é maior ou mais curvado do que deveria. Com isso, os raios luminosos que entram no olho convergem em um ponto que fica antes da retina. Como essa membrana é a responsável pela formação de imagem, a vista se torna embaçada.

Chamada de visão curta, ela é conhecida pela dificuldade de enxergar de longe. Ao mesmo tempo, não há desafios em ver objetos de perto, que são perfeitamente nítidos. Naturalmente, é um quadro que afeta muito a qualidade de vida e até a segurança.

O que é hipermetropia?

Já a hipermetropia é uma condição que ocorre em olhos que são mais curtos do que o normal. Com isso, a retina é mais projetada do que deveria, o que faz com que ela não “esteja lá” para a conversão dos raios luminosos.

O principal sintoma da ocorrência é a dificuldade em enxergar de perto. Objetos em relativa distância conseguem ser vistos com bastante facilidade, já que isso faz com que os raios luminosos atinjam a retina do jeito correto.

diferença entre miopia e hipermetropia

Essa condição causa aquilo que é conhecido como síndrome do braço curto: para enxergar melhor, o paciente começa a esticar os elementos tão longe quanto possível de modo a ver com nitidez. Com a progressão do grau, há a sensação de que o braço está mais curto, já que a mesma distância já não é suficiente.

Qual a principal diferença entre miopia e hipermetropia?

Ao conhecer melhor esses dois defeitos refrativos, é possível entender que as causas e, consequentemente, os efeitos são distintos nesses problemas. Portanto, a principal diferença entre miopia e hipermetropia é a forma como cada uma se manifesta e o motivo pelo qual cada uma acontece.

A hipermetropia, por exemplo, é frequente em crianças. Como é comum que um olho se desenvolva mais lentamente que o outro, na fase de crescimento é recorrente que surja de forma temporária. Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, até 15 milhões de crianças em idade escolar sofrem com o caso.

Enquanto isso, a miopia é motivada, principalmente, pela hereditariedade e outros componentes desconhecidos. Além disso, há indícios de que a falta de exposição solar leva ao problema.

Ou seja, por causa da diferença entre miopia e hipermetropia, o mesmo olho nunca apresentará as duas condições.

Por outro lado, elas compartilham algo: o tratamento. Na maioria das vezes, o uso de lentes corretivas é suficiente para melhorar a qualidade de visão. Em outros casos, a cirurgia a laser é indicada e pode eliminar de vez o quadro.

Ao conhecer a diferença entre miopia e hipermetropia é fácil identificar os sintomas e as causas. No entanto, não deixe de visitar um oftalmologista, que fará o diagnóstico e recomendará o melhor tratamento.

Nos comentários, diga se você gostaria de acrescentar ou perguntar algo. Participe!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×